contato@carlosterra.com.br
fisica2

Esteatose / Doença gordurosa

A doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) ou esteatose é uma condição caracterizada pela deposição de gordura no fígado em pacientes sem consumo alcoólico.

A DHGNA pode determinar um amplo espectro de alterações no fígado, que vão desde simples esteatose, podendo evoluir para hepatite crônica causada pela gordura (condição conhecida como esteatohepatite) e diferentes graduações de fibrose podendo chegar até mesmo a cirrose. A fibrose pode ser considerada como o tecido cicatricial que ocorre após um processo inflamatório. Quanto mais fibrose o fígado tem, mais ele se aproxima da cirrose.

A principal causa de DHGNA é a chamada síndrome metabólica, que se caracteriza pela presença de pelo menos 3 dos seguintes fatores:

  1. Obesidade central – circunferência da cintura superior a 88 cm na mulher e 102 cm no homem;
  2. Hipertensão Arterial – pressão arterial sistólica (máxima) > 130 e/ou pressão arterial diastólica(mínima) > 85 mmHg;
  3. Glicemia >110 mg/dl ou diagnóstico de Diabetes;
  4. Triglicerídeos > 150 mg/dl;
  5. HDL colesterol < 40 mg/dl em homens e < 50 mg/dl em mulheres

Como a Síndrome Metabólica se relaciona diretamente com a DHGNA e com eventos cardiovasculares é importante o tratamento dos componentes dessa síndrome, como forma de evitar suas consequências danosas para a saúde. É fundamental que seja adotado um estilo de vida saudável que priorize uma alimentação bem balanceada (que deve ser individualizada) associada a atividades físicas rotineiras. Em alguns casos o uso de medicação é fundamental para o controle de algumas variáveis que compõem a síndrome. A esteatose hepática é tratável e tem cura.