contato@carlosterra.com.br
fisica

Dislipidemia

Dislipidemia é um distúrbio nos níveis de lipídios (colesterol e triglicerídeos) e/ou lipoproteínas no sangue. As anormalidades nos lipídios e lipoproteínas são bastante comuns na população geral e o papel da dislipidemia na deflagração da aterosclerose coronariana está bem estabelecido. Aterosclerose, é uma condição em que ocorre o acúmulo de placas de gordura, colesterol e outras substâncias nas paredes das artérias, o que restringe o fluxo sanguíneo e pode levar a graves complicações de saúde. Essas placas são conhecidas por placas de ateroma e a medida em que seu tamanho aumenta, ocasiona obstrução total ou parcial de um vaso sanguíneo determinando interrupção do fluxo de sangue após o local da obstrução. A doença aterosclerótica coronariana (relacionada à irrigação do coração), cerebrovascular (relacionada aos vasos que irrigam o cérebro) e vasculares periféricas (ligadas aos vasos dos membros inferiores e superiores) são as principais causas de morbidade dessa doença sendo a insuficiência coronariana responsável pela maior mortalidade.

Em especial, níveis elevados do colesterol total e LDL, redução nos níveis do colesterol HDL e aumento dos níveis de triglicérides, podem induzir à doença coronariana. O risco de aterosclerose coronariana aumenta, significativa e progressivamente, em indivíduos com níveis de colesterol total e LDL acima dos patamares de normalidade.

A hipertensão arterial, o diabetes (ou a resistência insulínica) e o sobrepeso se relacionam diretamente com os níveis de lipídios no sangue. Não é difícil imaginar que a dislipidemia fazendo parte da síndrome metabólica, aumente a possibilidade de desenvolvimento de esteatose hepática (doença gordurosa do fígado).